Curtas
«O Verde a Preto e Branco» na Colecção de Fotografia da Muralha, no Guimarãeshopping. Até 3 de Novembro
Exposição de escultura «Sombras», de Dinis Ribeiro, no Toural, Alameda de S. Dâmaso e Av. Alberto Sampaio
Trail das 3 Virgens, no próximo dia 24, com partida de Serzedelo
Facebook Twitter Google + YouTube

VÍDEO: Construção da 1ª Fase da Ecovia está em andamento

Sociedade15 de Julho, 2017 12:38

O canal da linha de caminho-de-ferro que ligava Guimarães a Fafe está a ganhar uma nova vida com os trabalhos de construção da Ecovia.

A primeira fase do projecto vai obrigar à construção de uma passagem desnivelada, com a criação de um viaduto na rotunda de Urgezes (junto aos hotéis) .
Junto do edifício da Academia de Ginástica de Guimarães já é possível identificar um apontamento final, com alguns metros do aspecto da Ecovia que futuramente ligará Mesão Frio à Veiga de Creixomil, à zona do Reboto.
"É uma macro-Ecovia, periférica, e que vai permitir fazer a ligação a todos os percursos que penetram depois na Cidade e tornar o espaço urbano ciclável", aponta o Director do Departamento de Obras Municipais, ao especificar com pormenores o trajecto. "A Ecovia começa no final da pista existente, em Mesão Frio, subindo à EN 101, fazendo um percurso partilhado até à rotunda de ligação à Circular Urbana, seguindo pela Rua Padre António Caldas, inflectindo na Avenida Rio de Janeiro, acompanhando a Circular Sul-Nascente até se aproximar do edifício da Academia de Ginástica", descreveu Joaquim Carvalho, indicando que foi a forma encontrada para garantir a proximidade com o Parque da Cidade. 
Nesta zona, onde já se encontram executados cerca de 100 metros da Ecovia, ocorrerá uma derivação: um percurso seguirá em frente pelo canal da antiga linha do caminho-de-ferro até à Avenida D. João IV; outro troço continuará em direcção à zona das Hortas, passando nas imediações do teleférico até interceptar a Ecovia junto do Lugarinho, na freguesia da Costa.
No projecto, a Avenida D. João IV  "é um nó de ligação muito importante na solução porque vai articular as extensões à Cidade". 

Viaduto no atravessamento da rotunda

O trajecto da Ecovia continua pela Rua Eduardo de Almeida e na rotunda de acesso a Urgezes o atravessamento obrigará à construção de um viaduto, paralelo à linha férrea. "O projecto apontou para essa solução para garantir a segurança", explicou o responsável, ao indicar que o projecto específico já foi encomendado para "uma obra de arte que torne harmoniosa a passagem junto da linha do caminho-de-ferro até à Rua Manuel Tomás, através da qual a Ecovia chegará à Cruz de Pedra. 
A entrada na veiga de Creixomil será feita através do caminho existente, na zona da  Meia-Laranja, até ao Multiusos de Guimarães, com um percurso pelo interior da Horta Pedagógica e outro em direcção à Rua de Eiras.
Com a criação da Ecovia, a Rua de Eiras será a área que vai ter a intervenção mais profunda, com um alargamento e a criação de uma faixa dedicada até à Cidade Desportiva. "A partir da Cidade Desportiva, a Ecovia entrará na veiga, reabilitando caminhos públicos existentes até à zona do Reboto, já no cruzamento para S. Martinho de Candoso", esclareceu o Director das Obras Municipais.

Pavimento diferenciado

O pavimento não será uniforme em todo o trajecto. Terá adaptações em função das características da paisagem e ao uso do espaço.
Há zonas em que a Ecovia é partilhada com a via rodoviária, ficando devidamente assinalada e porque Guimarães está a ser transformado num território ciclável, No entanto, o trajecto terá na maior parte do percurso um uso dedicado.

Zonas de descanso

A meio do percurso, junto à Avenida D. João IV, prevê-se a criação de uma grande praça, com áreas de descanso, lavagem e de tratamento das bicicletas. Pontualmente, ao longo do traçado, estão previstas zonas de apoio aos utilizadores.

Percurso ciclável
 
A primeira fase da Ecovia, adjudicada por dois  milhões 362 euros, acrescida de IVA, deverá ficar concluída até ao final deste ano, sendo a pretensão da Autarquia prosseguir para a segunda fase que ligará as vilas de Brito, Ronfe, Pevidém e Caldas das Taipas, construindo-se deste modo, até 2020, a estrutura fundamental da rede concelhia de percursos cicláveis. O objectivo desta intervenção é generalizar o uso da bicicleta na vida quotidiana dos vimaranenses, transformando-a num meio de transporte e não somente num veículo de lazer ou de desporto.

 

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Nobel (Permanente)
Rua de Santo António, 70

Farmácia Faria (Disponibilidade)
R. do Calvário, 201

Vizela

Farmácia São Miguel (Disponibilidade)
Rua Dr. Abílio Torres, 442

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com