Curtas
Exposição «Os livros de Alberto Sampaio», Palacete Santiago, até dia 10 de Março. Entrada livre.
Facebook Twitter Google + YouTube
Santuário de Santa Maria Madalena da Falperra é 21º monumento de Guimarães classificado como património nacional

Santuário de Santa Maria Madalena da Falperra é 21º monumento de Guimarães classificado como património nacional

Cultura3 de Janeiro, 2017 13:17

O Santuário de Santa Maria Madalena da Falperra já está oficialmente classificado como património nacional. A publicação do decreto foi feita ontem em "Diário da República".

O Decreto nº 1/2017 de 2 de Janeiro de 2017 destaca que aquele templo é "composto por um conjunto de elementos (capelas, cruzeiro e alameda) bem integrados no seu contexto paisagístico, e organizados ao longo de um percurso de romaria, em função da Capela de Santa Maria Madalena".     

 

"O templo, com uma incomum planta heptagonal, é um dos mais emblemáticos dos períodos tardo-barroco e rococó no nosso país. Foi erguido a partir de finais do século XVII, numa campanha onde veio a participar André Soares, reconhecido como um dos maiores arquitetos da arte rocaille europeia, a quem terá cabido a reformulação da capela renascentista que o arcebispo bracarense D. Diogo de Sousa, notável mecenas das artes e das letras, mandara construir no primeiro terço do século XVI sobre uma primitiva ermida medieval. Nele se destaca a extraordinária frontaria antecedida pelo escadório, obra mista de arquitetura e escultura, onde o trabalho do granito revela bem a opulência e a exuberância decorativa que caracterizam a cidade de Braga, marcando a introdução definitiva do novo estilo na arquitetura da região. O interior tem igualmente bom património, integrado em altares e retábulos", refere o documento.
       

"A alameda de sobreiros e carvalhos que dá acesso transversal à capela é antecedida, a nordeste, por uma capelinha, ou nicho, da invocação de Santa Maria Madalena, a Penitente, seguida por um cruzeiro em pedra, assente em três degraus quadrangulares, datado de 1775. No outro extremo deste eixo, para além da área a classificar, o percurso termina no terreiro fronteiro à Capela de Santo António e a um antigo convento franciscano, que, juntamente com a vizinha Capela de Santa Marta das Cortiças e a estação arqueológica homónima, compõem os restantes elementos patrimoniais situados na envolvente do santuário, de grande valor simbólico e paisagístico", pode ler-se.

 

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Lobo (Permanente)
Avenida de Londres, 284

Vizela

Farmácia Campante (Disponibilidade)
Rua Dr. Abílio Torres, 1168/1188

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com