Curtas
Exposição «Os livros de Alberto Sampaio», Palacete Santiago, até dia 10 de Março. Entrada livre.
Facebook Twitter Google + YouTube
Infraestruturas de Portugal pede indemnização de 330 mil euros pela derrocada ocorrida em Mesão Frio

Infraestruturas de Portugal pede indemnização de 330 mil euros pela derrocada ocorrida em Mesão Frio

Judicial20 de Dezembro, 2016 08:48

A Infraestruturas de Portugal (antiga Estradas de Portugal) quer ser indemnizada em 330 mil euros pela derrocada ocorrida em Mesão Frio, em Abril de 2013.

O processo começou a ser julgado no Tribunal Judicial de Guimarães.

Recorde-se que a derrocada ameaçou 10 residências geminadas, na Travessa da Ribeira. A terra deslizou para a variante Guimarães-Fafe cobrindo a via com uma altura superior a dois metros.

O deslizamento de terras obrigou à evacuação das 10 residências. Quem assistiu aos acontecimentos considera ter sido “um milagre” não ter havido vítimas.

Segundo o Correio da Manhã, no banco dos réus sentam-se o empreiteiro, o engenheiro e o arquitecto responsáveis pela construção das habitações.

Para a Infraestruturas de Portugal, os materiais usados no aterro para a realização da obra não foram os mais adequados às características do terreno, tal como concluiu a comissão de avaliação que investigou as causas do acidente. No respectivo relatório, lê-se que a derrocada terá sido consequência da "deficiente execução" e pela "utilização de materiais inadequados" no aterro onde foram construídos as habitações.

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Horus (Permanente)
Largo do Toural, 26

Vizela

Farmácia Campante (Disponibilidade)
Rua Dr. Abílio Torres, 1168/1188

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com