Facebook Twitter Google + YouTube
Protesto deixa Escola Martins Sarmento sem aulas

Protesto deixa Escola Martins Sarmento sem aulas

Educação18 de Novembro, 2016 09:32

Esta sexta-feira está a decorrer um protesto e uma manifestação de trabalhadores da Administração Pública.

Em Guimarães, ao nível escolar o protesto tem reflexos na Escola Secundária Martins Sarmento e nas EB1 do Motelo, em Fermentões, e de Oliveira do Castelo. As aulas foram suspensas devido à adesão dos funcionários à paralisação.

A Frente Comum convocou esta jornada de luta para exigir aumentos salariais de 4% para garantir um aumento salarial mínimo de 50 euros, também o descongelamento das carreiras e as 35 horas de trabalho semanal para todos.

Para salvaguardar o direito dos trabalhadores a participar nas manifestações, as estruturas sindicais emitem sempre pré-avisos de greve que cobrem legalmente a ausência ao trabalho. Embora não se trate de uma greve, a deslocação a Lisboa faz com que muitos dos participantes não trabalhem o dia inteiro, sobretudo os que moram longe da capital.

Devido ao protesto, no Hospital da Senhora da Oliveira algumas consultas externas foram anuladas.

Vídeos recentesver tudo

Rádio Santiago em Direto

Cantinho do Puff

Farmácias de Serviço

Guimarães

Farmácia Barbosa (Permanente)
Largo do Toural, 37

Vizela

Farmácia Alves (Disponibilidade)
Rua Dr. Abílio Torres, 1078

As nossas publicações

Desenvolvido por 1000 Empresas

Contactos

Edifício Santiago
Rua Dr. José Sampaio n.º 264
4810-275 Guimarães
Tel.: 253 421 700
Email: geral@guimaraesdigital.com